Sugestões

1. Escovar e desbastar

Idealmente, deveria ser efectuado todos os dias mas, não sendo possível, uma vez por semana seria o mínimo. Quando se observam nós, apesar de escovar, é necessário desbastar com um pente, mecha por mecha. Não esquecer de escovar e desembaraçar o interior das coxas e das patas.

2. O banho

É indispensável utilizar um shampoo próprio para cão. O shampoo para humanos é nocivo para a pele do cão. O cabeleireiro aconselhar-vos-á qual o shampoo em função da pelagem do vosso cão e da sua raça. É preferível utilizar um shampoo que tenha vários efeitos, como: desbastar, regulação da seborreia e acção anti-comichão.

A frequência dos banhos é muito variável de acordo com a raça em causa:

- > para os cães de pêlos curtos (beagle, teckel…) :
dois a quatro banhos por ano são suficiente.

- > para os cães de pêlos meio longos (setters, épagneuls, pastor alemão...)
um banho de dois em dois meses.

- > para os cães de cabelos longos:
um banho todos os meses

e mesmo o mais frequentemente para certas pequenas raças:
Shih-Tzu, Bichons, caniches, Yorkshire, Westies…

A água deve estar a uma temperatura cerca dos 38°C.
É necessário enxaguar sempre com cuidado e com abundância de água.
É necessário igualmente limpar os ouvidos com algodão ou gaze, a fim de evitar uma infecção (otite).
Se secar o seu cão, pense penteá-lo bem.
O banho constitui um elemento essencial para o seu cão.
É não somente necessário à pelagem, mas constitui igualmente um factor de higiene para o ambiente onde vive.

3. Que faz o Cabeleireiro?

Além de ser o cabeleireiro do seu cão, deve velar pela higiene deste: limpar os ouvidos do cão, cortar as unhas, verificar se o seu cão não tem parasitas e, se os tiver, eliminá-los.

4. Nas lojas

Pode assistir à limpeza do seu cão? O cabeleireiro deve deixar-vos a escolha de permanecer ou não. Em todo caso, devem permanecer na primeira vez, num cabeleireiro que vocês não conhecem.

5. Que podem fazer para ajudar o seu cão a apreciar a sua limpeza?
a) Chegar a tempo.

O nosso horário é baseado no número e no tipo de animal que prevemos para o dia. As entradas tardias atrasam o nosso trabalho.
Não queremos de modo algum precipitar o trabalho a fazer no seu cão. Ele merece toda a nossa atenção.

b) Escovar e pentear o seu cão regularmente.

Os cães apreciam a atenção que lhes damos durante a limpeza na condição de não haja nós na sua pelagem.
Tal como para os nossos próprios cabelos, para eles é muito doloroso tentar desembaraçar os nós.

Se um cão chega sempre com o pêlo muito embaraçado associa, rapidamente, as suas visitas ao cabeleireiro a algo incómodo. Os pêlos muito embaraçados, normalmente obrigam a um corte de pêlo mais curto.

c) Paciência

Caso não fiquem, não devem passar regularmente para vir ver se o vosso "amigo do coração" já terminou o seu corte. Aconselho-vos antes a telefonar. A maior parte deles ficam perturbados se vêem os donos chegar e partir novamente.

6. Prevenção

Se observa que o seu animal tem vermes, deve contactar de imediato o veterinário que prescreverá um anti-parasitário (em geral, oral).
Os vermes podem provocar perturbações digestivas mais ou menos graves.
Duas vezes por ano, de preferência no Outono e na primavera deve fazer um rastreio de prevenção.

Parasitas externos (pulgas, carraças, phlébotomes, etc):As pulgas provocam comichão (transmissível ao homem), bem como alergias.
As carraças podem ser responsável por uma doença mortal, a piroplasmose.
Phlébotomes é um mosquito cuja picada pode provocar nas regiões infestadas o leishmaniose.

Contra estes parasitas, pode utilizar produtos à sua escolha, como por exemplo:
pulverizadores, pipetas ou coleiras.

Devem pedir conselho ao vosso veterinário.